SISTEMAS E SOLUÇÕES

Sist. para Aeronaves de Asas Fixas
  - WAD - Wide Area Display
  - A-1 (AMX)
  - AF-1
  - A-29 (EMB-314 Super Tucano)
  - Aviônicos
  - C-95M e P-95M
  - Dash V
  - KC-390
  - F-5M
  - Simulador - Força Aérea - EHUD
  - Sistema de Guiagem por Acompanhamento de Relevo
  - T-27

Sist. para Aeronaves de Asas Rotativas
  - Anvis HUD
  - D-Atena
  - Micro-Atena
  - STAR - Kit de Guiagem a Laser

Aeronaves Remotamente Pilotadas
  - Skylark® I-LEX
  - Hermes® 90
  - Hermes® 450
  - Hermes® 900

Segurança Pública
  - Safe Border
  - Safe City
  - Safe Ports
  - Safe Sites
  - Sigop
  - Lorros
  - Seros
  - Skeye
  - Simulador Segurança Pública

Sistemas para Blindados
  - DVE - Sistema de Condução Noturna
  - Simuladores para o VBPT - Guarani
  - UT30BR

Sistemas de Comunicação
  - MIPR
  - mTMR
  - MSR-3400
  - SDR-7200HH

Sistemas de Navegação
  - EGI

Sistemas para Tropas a Pé
  - Display de Combate
  - JS EYEPIECE
  - PDU
  - RAPTOR
  - S-NAV

Sistemas Optrônicos
  - Aquisição e Designação de Alvo
  - Família ATENA
  - Família Coral
  - GroundEye
  - Coral CR Atris
  - LIZ-M
  - Loris
  - MARS
  - Oasis

Contrato de Suporte Logístico
  - CLS
  - Login DCS

Sistemas Espaciais
  - Computador de Bordo
  - MMM - Microssatélite Multimissão Militar
  - Suprimento de Energia

Treinamento e Simulação
  - Forças Terrestres - Tatical e QG
  - Forças Terrestres - Treinamento ao Vivo
  - Forças Terrestres - Operadores
  - Forças Navais
  - Simulador Segurança Pública
  - Simulador - Força Aérea - EHUD
  - Simuladores para o VBPT - Guarani


 

Notícias
 
09/Jul/2012
Um Bandeirante modernizado
 

“Senhores, nós podemos reconstruí-lo. Temos a capacidade técnica para fazer isso. Ele será muito melhor do que era”. Este trecho acima foi inspirado num saudoso seriado da década de 1970, mas poderia ter saído da boca de algum oficial da FAB quando viu o C-95C FAB 2332 aterrisar de barriga, com o trem de pouso recolhido, na Base Aérea dos Afonsos em 29 de maio de 2009. Mal sabia o 2332 que este fato mudaria a sua vida operacional, tornando-o o primeiro C-95M da FAB. A propósito, o custo para reconstruí-lo foi inferior aos famosos “seis milhões de dólares” do seriado.

Ontem, durante a abertura do Broa Fly-In 2012 no aeródromo Dr. José Augusto de Arruda Botelho (Itirapina-SP) tivemos a grata surpresa de ver o 2332 em plena forma. Ele foi entregue no dia 8 de dezembro de 2011 ao 3º ETA (Esquadrão de Transporte Aéreo), esquadrão sediado na Base Aérea do Galeão e responsável pela execução das tarefas de transporte aérea no âmbito do III COMAR (Comando Aéreo Regional).

Conforme pode ser visto na deriva (foto do início deste texto), trata-se de um C-95C modificado. A designação final ficou C-95CM. Além da aeronave das fotos deste post, o 5º ETA também recebeu um Bandeirante modernizado (em 5 de março passado), mas trata-se da subvariante C-95BM.

O “Charlie” da FAB é na verdade a versão militar do EMB-110P1A da Embraer. O avião possui uma série de melhoramentos internos que visavam a redução do ruído na cabina (lembrar que este não é um avião pressurizado), mas a característica externa que o diferencia facilmente das demais versões é o diedro dos estabilizadores horizontais, inclinados para cima (diedro positivo) 10º. Esta mudança também ajudou a reduzir o ruído na cabina de passageiros e a vibração.

Da versão 110P1A, a última produzida pela Embraer, foram construídos 12 exemplares para a FAB entre 1988 e 1990. Baseados no C-95C tamém foram construídos outros dez Bandeirantes no padrão P-95B Bandeirulha. Portanto, eles estão entre os Bandeirantes mais novos da FAB e ainda vão completar 25 anos.

Fonte: Por Guilherme Poggio - Poder Aéreo - www.aero.jor.br

 
 
 
menu_inf servicos imprensa fornecedores vagas noticias servicos_downloads clientes servicos_trabalhe_conosco gestao_da_qualidade servicos_trabalhe_conosco ael sistemas