SISTEMAS E SOLUÇÕES

Sist. para Aeronaves de Asas Fixas
  - WAD - Wide Area Display
  - A-1 (AMX)
  - AF-1
  - A-29 (EMB-314 Super Tucano)
  - Aviônicos
  - C-95M e P-95M
  - Dash V
  - KC-390
  - F-5M
  - Simulador - Força Aérea - EHUD
  - Sistema de Guiagem por Acompanhamento de Relevo
  - T-27

Sist. para Aeronaves de Asas Rotativas
  - Anvis HUD
  - D-Atena
  - Micro-Atena
  - STAR - Kit de Guiagem a Laser

Aeronaves Remotamente Pilotadas
  - Skylark® C
  - Skylark® I-LEX
  - Hermes® 90
  - Hermes® 450
  - Hermes® 900

Segurança Pública
  - Safe Border
  - Safe City
  - Safe Ports
  - Safe Sites
  - Sigop
  - Lorros
  - Seros
  - Skeye
  - Simulador Segurança Pública

Sistemas para Blindados
  - DVE - Sistema de Condução Noturna
  - Simuladores para o VBPT - Guarani
  - UT30BR

Sistemas de Comunicação
  - MIPR
  - mTMR
  - MSR-3400
  - SDR-7200HH

Sistemas de Navegação
  - EGI

Sistemas para Tropas a Pé
  - Display de Combate
  - JS EYEPIECE
  - PDU
  - RAPTOR
  - S-NAV

Sistemas Optrônicos
  - Aquisição e Designação de Alvo
  - Família ATENA
  - Família Coral
  - GroundEye
  - Coral CR Atris
  - LIZ-M
  - Loris
  - MARS
  - Oasis
  - Spectro XR

Contrato de Suporte Logístico
  - CLS
  - Login DCS

Sistemas Espaciais
  - Computador de Bordo
  - MMM - Microssatélite Multimissão Militar
  - Suprimento de Energia

Treinamento e Simulação
  - Forças Terrestres - Tatical e QG
  - Forças Terrestres - Treinamento ao Vivo
  - Forças Terrestres - Operadores
  - Forças Navais
  - Simulador Segurança Pública
  - Simulador - Força Aérea - EHUD
  - Simuladores para o VBPT - Guarani


 

Notícias
 
25/Set/2013
Drone da FAB filma invasão de tropas em simulação de guerra no RS
 

Avião não tripulado orientou blindados na travessia de rio para o combate. Vídeo ajuda militares a invadir área do inimigo sem ser alvo ou correr riscos.
Tahiane Stochero do G1 em São Paulo

Imagens realizadas por um drone da Força Aérea Brasileira (FAB) ajudaram a tropa do Exército a invadir a área do inimigo durante uma simulação de guerra realizada durante um treinamento no Rio Grande do Sul.
As imagens, divulgadas pela FAB, foram captadas por um veículo aéreo não tripulado (vant, na sigla em português) que orientava os militares o caminho a seguir em terra para não serem alvo dos inimigos. O treinamento de combate foi realizado no último dia 18 no campo de instrução de Saicã, em Rosário do Sul.

Durante a ação, blindados do Exército e embarcações militares atravessam um rio. Nas margens do outro lado está o país a ser invadido e conquistado. O risco de serem alvo de bombardeios das tropas inimigas ou serem emboscadas, não sabem o que irão encontrar, é o que preocava.
As imagens foram feitas no último dia 18 pelo vant de fabricação israelense Hermes 450 entre 2 mil e 5 mil metros de altitude. Diferente de helicópteros, o vant não é identificado pelo inimigo.

“Infiltrar uma tropa e realizar um ataque transpondo um curso de água é uma situação crítica, que exige apoio aéreo. O vant coleta as imagens que nos mostraram o que há na margem oposta do rio, quais são as armas inimigas que estão disponíveis, o que iremos enfrentar, se a travessia está sendo correta, até para evitar riscos”, explica o coronel Ruben da Costa Neto.
A ação ocorreu durante a “Operação Laçador”, um treinamento conjunto do Exército, Marinha e Aeronáutica que reuniu mais de 8 mil militares. A operação começou dia 16 e segue até o dia 27 de setembro.
Os drones militares ficaram famosos ao serem usados pelos Estados Unidos durante as guerras no Oriente Médio. Imagens realizadas por drones monitoraram durante dias o terrorista Osama Bin Laden em uma casa no Paquistão antes de um ataque em que foi morto por tropas americanas. Drones armados também são usados pelos americanos para matar suspeitos de terrorismo no Iêmen, Afeganistão e Paquistão.

Fonte: G1

 
 
 
menu_inf servicos imprensa fornecedores noticias servicos_downloads clientes servicos_trabalhe_conosco gestao_da_qualidade ael sistemas