SISTEMAS E SOLUÇÕES

Sist. para Aeronaves de Asas Fixas
  - WAD - Wide Area Display
  - A-1 (AMX)
  - AF-1
  - A-29 (EMB-314 Super Tucano)
  - Aviônicos
  - C-95M e P-95M
  - Dash V
  - KC-390
  - F-5M
  - Simulador - Força Aérea - EHUD
  - Sistema de Guiagem por Acompanhamento de Relevo
  - T-27

Sist. para Aeronaves de Asas Rotativas
  - Anvis HUD
  - D-Atena
  - Micro-Atena
  - STAR - Kit de Guiagem a Laser

Aeronaves Remotamente Pilotadas
  - Skylark® C
  - Skylark® I-LEX
  - Hermes® 90
  - Hermes® 450
  - Hermes® 900

Segurança Pública
  - Safe Border
  - Safe City
  - Safe Ports
  - Safe Sites
  - Sigop
  - Lorros
  - Seros
  - Skeye
  - Simulador Segurança Pública

Sistemas para Blindados
  - DVE - Sistema de Condução Noturna
  - Simuladores para o VBPT - Guarani
  - UT30BR

Sistemas de Comunicação
  - MIPR
  - mTMR
  - MSR-3400
  - SDR-7200HH

Sistemas de Navegação
  - EGI

Sistemas para Tropas a Pé
  - Display de Combate
  - JS EYEPIECE
  - PDU
  - RAPTOR
  - S-NAV

Sistemas Optrônicos
  - Aquisição e Designação de Alvo
  - Família ATENA
  - Família Coral
  - GroundEye
  - Coral CR Atris
  - LIZ-M
  - Loris
  - MARS
  - Oasis
  - Spectro XR

Contrato de Suporte Logístico
  - CLS
  - Login DCS

Sistemas Espaciais
  - Computador de Bordo
  - MMM - Microssatélite Multimissão Militar
  - Suprimento de Energia

Treinamento e Simulação
  - Forças Terrestres - Tatical e QG
  - Forças Terrestres - Treinamento ao Vivo
  - Forças Terrestres - Operadores
  - Forças Navais
  - Simulador Segurança Pública
  - Simulador - Força Aérea - EHUD
  - Simuladores para o VBPT - Guarani


 

Notícias
 
20/Ago/2013
Vem aí o satélite gaúcho
 

Três perguntas para Marcos Arend, diretor de tecnologia da AEL Sistemas

1 A AEL Sistemas está puxando o trem do polo espacial gaúcho, concorrendo a um apoio da Finep para a construção de um microssatélite. Qual é a expectativa para o polo?

Marcos Arend - O microssatélite representa um crescimento da indústria aeroespacial gaúcha, tanto dentro como fora do País. É o primeiro passo para termos pesquisas e tecnologias competitivas no segmento, a médio e longo prazo, em um ecossistema voltado ao setor, em parcerias com o governo estadual, empresas locais e universidades.

2 Como é esse microssatélite e como ele pode ser usado?

Arend - O MMM-1 é um satélite de menos de 20kg, de baixa altitude, de 500 a 1.500 km, capaz de ficar de um a dois anos em órbita, podendo atender a demandas de defesa e civis, como imageamento e georreferenciamento em questões ambientais, por exemplo. Caso o projeto receba sinal verde do governo, deve ler lançado em 2015.

3 Em São José dos Campos, já existe um polo de tecnologia espacial, onde inclusive está sendo construído o primeiro satélite brasileiro de grande porte. Há concorrência?

Arend - Não creio que haja uma concorrência, até porque são produtos bem diferentes. Ao desenvolvermos tecnologias para microssatélites, estamos trilhando um caminho alternativo, aproveitando um conceito que também está começando em outros países. Temos a qualificação, mas ainda nos falta o histórico. Queremos mudar isso.

Fonte: Jornal do Comércio

 
 
 
menu_inf servicos imprensa fornecedores noticias servicos_downloads clientes servicos_trabalhe_conosco gestao_da_qualidade ael sistemas